Bandidos trocam tiros com agentes penitenciários e levam 3 presos

Por Da Redação com Assessoria SGAP e Gazeta Web 19/08/2013 11h11
Por Da Redação com Assessoria SGAP e Gazeta Web 19/08/2013 11h11
Bandidos trocam tiros com agentes penitenciários e levam 3 presos
Presos que conseguiram fugir na madrugada desta segunda-feira (19) - Foto: Arquivo/SGAP
Uma fuga espetacular aconteceu na madrugada desta segunda-feira (19), no presídio Desembargador Luiz de Oliveira Souza, no município de Arapiraca. Três reeducandos conseguiram fugir com a ajuda de bandidos armados.

Na troca de tiros com agentes penitenciários, um dos presos ficou ferido e foi socorrido para a Unidade de Emergência do Agreste (UEA).

Segundo informou o superintendente de Administração Penitenciária, coronel Carlos Luna, os detentos colocaram em prática um plano de fuga, enquanto os bandidos atiravam contra os agentes penitenciários.

Ele disse que dois veículos teriam estacionado em frente à unidade prisional por volta das 4h da madrugada.

Luna disse, ainda, que os detentos já haviam serrado as grades da sela e, no momento da chegada dos bandidos, teriam ido para o pátio externo do presídio depois de passarem por um buraco aberto na parede.

Os quatro presos pularam o muro do presídio e um deles conseguiu entrar em um dos veículos e fugido com os bandidos.

Após realizarem busca pela redondeza, os agentes penitenciários conseguiram capturar um dos reeducandos que estava ferido durante a troca de tiros.

Fugitivos

Até o momento não se tem notícia dos três presidiários que conseguiram fugir. São eles: Edilson Costa de Araújo, 23 anos, que responde pelo crime de tráfico de drogas; Marcos Roberto da Silva, 32 anos, que responde por crime de latrocínio e porte ilegal de armas; e Fernando Ribeiro de Jesus, 42 anos, que responde por tráfico de drogas e formação de quadrilha.

O preso José Stelio Marques de Souza Nizzo, 20 anos, já recapturado, responde por latrocínio.

O coronel Luna disse que foram encontradas diversas cápsulas de fuzil 762 nas imediações do presídio.

Agora pela manhã é que as investigações serão apuradas com rigor. O coronel acredita que a ação foi orquestrada para resgatar os presos.

Presídio

O Presídio de Arapiraca foi inaugurado em 26 de setembro de 2002. O projeto arquitetônico é muito semelhante ao do Presídio Cyridião Durval, em Maceió.

O prédio fica ao lado do campus da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), campi Arapiraca, e por conta da falta de segurança a universidade realizou greve por um longo período por conta das fugas no presídio.

A PM já está realizando as buscas dos reeducandos foragidos. Qualquer informação que possa levar aos foragidos, basta ligar para o disque-denúncia, 181, a identidade será preservada.