Banner Whats App - Já é Notícia
Polícia

Publicado Quinta-Feira, 14/03/2019 12:40 | Atualizado Quinta-Feira, 14/03/2019 12:48

Por: Redação com G1/AL

Polícia prende suspeita de matar namorado envenenado por chumbinho em Maceió

Segundo o delegado, ela cometeu o crime porque a vítima queria terminar o relacionamento

Foto por: Reprodução/TV Gazeta

Rafael José Calheiros ficou internado no HGE por dias, mas não sobreviveu

A Polícia Civil prendeu em Maceió, no final da manhã desta quinta-feira (14), a jovem suspeita de matar o namorado, Rafael José Calheiros dos Santos, envenenado por chumbinho, um tipo de veneno de rato. A jovem, identificada apenas como Stefanny, nega as acusações.

De acordo com o delegado Ronilson Medeiros, a jovem não aceitava o fim do relacionamento. “A situação é que ele iria terminar o relacionamento e ela não aceitou. Ela matou por ciúmes, sentimento de posse”, falou o delegado.

Rafael Santos morreu no dia 24 de novembro de 2018, no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió, depois de ficar internado por quase 10 dias.

Em uma entrevista à TV Gazeta em 2018, sem se identificar, a jovem falou sobre a morte do namorado. "A família está me acusando porque nunca aceitou, realmente, o nosso relacionamento. Então, pra mim, é por isso que eles estão me acusando", disse ela.

A irmã de Rafael, Edja Calheiros dos Santos, contou que encontrou o irmão se debatendo no chão. Antes de ser atendido no HGE, ele foi levado para uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

O médico da unidade falou da suspeita de envenenamento e pediu para os parentes de Rafael voltarem para casa e procurarem alguma pista do que poderia ter provocado o envenenamento.

Edja Calheiros contou que a família encontrou o chumbinho em uma lixeira da casa.
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2019
Agência Lúmen