Banner Whats App - Já é Notícia
Política

Publicado Sexta-Feira, 11/01/2019 13:44 | Atualizado Sexta-Feira, 11/01/2019 14:03

Por: Redação com Diário do Poder

Arthur Lira busca apoio para ser presidente da Câmara Federal e impedir reeleição de Maia

Deputado federal alagoano pretende construir bloco com até 277 apoiadores, mas nega articular oposição a Bolsonaro 

Foto por: Divulgação

O deputado federal alagoano Arthur Lira (PP) articula para conseguir 277 votos favoráveis para se eleger presidente do Legislativo Federal. A proposta de Arthur Lira é equilibrar a disputa contra a reeleição do deputado federal pelo Rio de Janeiro, Rodrigo Maia (DEM). Lira já tem a parceria da maior dos parlamentares do PSB, que faz oposição ao atual presidente da Casa, uma vez que o PSL, partido do presidente da república, declarou apoio à reeleição de Rodrigo Maia.

Arthur Lira acredita que, até segunda-feira (14), trará o PDT e o PT para apoiar o projeto alternativo ao apoiado pelo partido do presidente Jair Bolsonaro. Ele também aguarda apoio do PTB, PSC, PCdoB e MDB, formando o bloco centro-esquerda na Câmara Federal. Mesmo assim, o alagoano nega que, caso eleito, irá manter relação de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Segundo Arthur Lira, a expectativa é conseguir entre 219 e 277 votos favoráveis, para equilibrar a disputa e causar ao menos problemas na reeleição de Maia.

A conclusão de Arthur Lira decorre do fato de que Rodrigo Maia previa ter um bloco superdimensionado, e já prometeu quase todos os espaços disponíveis aos pretensos aliados, a exemplo dos comandos de todas as comissões, vagas na Mesa Diretora e suplências. Agora, com outro bloco se consolidando, o candidato à reeleição vai ter que dividir. E muitos vão ficar sem atendimento e o líder do PP acredita que as novas acomodações vão gerar crise no grupo de Maia.

“Liguei para mais de 20 deputados do PSB explicando as situações das vantagens da confecção de um bloco para o equilíbrio da Casa, para manter as possibilidades de um diálogo mais aflorado e de pautar algumas matérias que precisam tramitar no Brasil. Deu certo com o PSB, daqui para amanhã [sexta] é o PDT, daqui para sábado é o PT. E aí vamos. Daqui para o começo da semana a gente consegue, acho, formar esse novo bloco”, disse Lira.
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2019
Agência Lúmen