+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Polícia

Publicado Quinta-Feira, 12/07/2018 20:19 | Atualizado Quinta-Feira, 12/07/2018 20:23

Por: Gazetaweb

Polícia conclui inquérito que apura morte de Neguinho Boiadeiro

 

Foto por: Reprodução

O delegado Cícero Lima concluiu e já encaminhou à Justiça o inquérito que apurou a morte do vereador por Batalha Neguinho Boiadeiro. Contudo, o documento não aponta quem foi o mandante do crime que teria motivação política. A informação foi confirmada nesta quinta-feira (12) pela assessoria de comunicação da Polícia Civil de Alagoas.

À Gazetaweb, a assessoria, porém, adiantou que o delegado que presidiu o inquérito não vai se manifestar sobre o conteúdo das investigações do crime registrado em novembro do ano passado, no Sertão alagoano.

Ainda de acordo com a assessoria, apesar de o inquérito já ter sido concluído, não está descartada a possibilidade de a autoridade policial requisitar novas diligências, a fim de se esclarecer a autoria intelectual.

Em fevereiro, uma operação desencadeada no Agreste alagoano cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão contra suspeitos de envolvimento na morte do vereador.

À época, foram presos Alex Sandro Pinto, que também era vereador pelo município sertanejo; Rafael Pinto, sobrinho de Alex Sandro; e Maikel Santos. Um quarto suspeito permanece foragido.

Na ocasião, o delegado Cícero Lima concedeu entrevista coletiva para apresentar detalhes do caso. Segundo ele, dois meses antes, os assassinos de Boiadeiro roubaram, na Cruz das Almas, em Maceió, o veículo que teria sido usado no crime.

Já na semana do assassinato, ainda segundo a polícia, uma empresa de fachada iniciou um serviço de panfletagem nas proximidades da Câmara de Vereadores de Batalha. O objetivo, segundo o delegado, era mapear a região e monitorar a rotina do vereador, abrindo caminho para a trama criminosa.
 
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen