Vítima registrou todo o crime com uma câmera acoplada no capacete; dois bandidos roubaram a moto na Avenida Marechal Rondon. PM faz operação para encontrar criminosos' />
+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Brasil/Mundo

Publicado Quarta-Feira, 16/05/2018 08:54 | Atualizado Quarta-Feira, 16/05/2018 09:28

Por: G1

'De graça, o cara chega e atira na minha perna', conta motociclista que filmou assalto em que foi baleado no Rio

Vítima registrou todo o crime com uma câmera acoplada no capacete; dois bandidos roubaram a moto na Avenida Marechal Rondon. PM faz operação para encontrar criminosos

Foto por: Divulgação/Polícia Civil

Dupla abordou vítima na Rua Marechal Rondon, na Zona Norte do Rio.

Horas após ser baleado na perna durante um roubo de moto no Rio, o motociclista Luiz Carlos, que filmou o crime, conversou com exclusividade com o RJ2, na noite desta terça-feira (15). A vítima explicou com detalhes como foi a ação e disse que o tiro foi disparado sem qualquer motivo, já que não reagiu.

"O rapaz que estava com a arma, ele pegou, me deu duas coronhadas, mas eu estava com o capacete, bateu no capacete, então não machucou. Ele puxou a moto, jogou a moto, botou a moto no chão e, de graça, o cara chega e atira na minha perna", contou o analista de sistemas e professor de artes marciais de 57 anos, que já teve alta do hospital.

O crime foi na Avenida Marechal Rondon, esquina com a rua São João, na altura do bairro Riachuelo, Zona Norte do Rio, por volta das 9h. As imagens de toda a ação foram gravadas com uma câmera acoplada no capacete do motociclista (veja no vídeo acima), que estava a caminho do trabalho.

"Percebi duas pessoas na moto pedindo pra eu encostar. Mas, naquele momento, eu não tinha entendido direito e só encostei depois que eles puxaram a arma e apontaram dizendo que iam me matar. Aí eu parei a moto, mas eu não consegui parar ela na posição que eles pediram porque eles pediram para eu parar a moto, botar o descanso e deixar ela ligada para eles irem embora. Mas, como eu parei muito próximo ao meio-fio, eles pegaram e eu não consegui botar o descanso, e daí começou a ação toda", narrou.

Na imagem gravada por uma câmera acoplada no capecete do motociclista dá para ver um criminoso apontando a arma para a vítima.

Ao parar a moto, o condutor chegou a ser agredido no rosto, sob ameaças. "Você vai morrer!", disse um dos assaltantes.

Logo depois, um deles atira na direção da vítima, acertando a perna dele. O homem foi socorrido por um motorista de carro que passava pelo local e levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier.



Busca por criminosos
O caso foi registrado na 25 ªDP. Segundo os investigadores, os criminosos são maiores de idade e do complexo do São João. Policiais da delegacia e da UPP local estão na comunidade fazendo buscas para prender os bandidos.

De acordo com a mulher da vítima, o homem não precisou de cirurgia. "Ele fez raio-x, fez os exames. Conversei pouco com ele, mas ele está bem. Teve um pouco de estresse, está no susto, porque ninguém quer passar por isso. Ele estava tendo muito cuidado para não jogar a moto, para eles não ficarem com raiva", disse.

A mulher do motociclista ainda contou que ele correu após levar o tiro: "Só agora que a adrenalina vai baixar, né?".

A mulher explicou que o marido tirou habilitação de moto há pouco tempo e que, por isso, gostava de usar a câmera no capacete todos os dias. "Ele usava para ver como estava dirigindo, gostava de analisar os trajetos. "
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen