+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Eletrobrás
Polícia

Publicado Terça-Feira, 15/05/2018 18:40 | Atualizado Terça-Feira, 15/05/2018 22:13

Por: Redação com Assessoria

Polícia elucida crime e captura sogro suspeito de matar genro para defender filha, em Craíbas

 

Foto por: Cortesia/Polícia Civil

A Polícia Civil de Alagoas, por meio da equipe do 62ºDP do município de Craíbas, sob o comando do delegado Thiago Prado, elucidou mais um crime de homicídio ocorrido no referido município.

Na manhã de hoje, os policiais civis localizaram e apreenderam a arma de fogo utilizada no homicídio que vitimou José Antônio da Silva, 31 anos de idade, fato ocorrido na manhã de sábado (12) por volta das 10h00, no Sítio Lagoa Nova, zona rural de Craíbas. Na ocasião, a vítima tentava matar a facadas sua ex-companheira, Marileide Ferreira da Silva, inclusive, já tinha desferido cinco golpes nos seios e nas costas da vítima.

José Antônio foi flagrado pelo idoso José Odilon Ferreira da Silva, de 76 anos de idade, pai de Marileide, o qual, ao ver sua filha sendo atingida, pegou uma espingarda e deflagrou apenas um tiro contra seu ex-genro José Antônio, que também foi atingido com algumas cacetadas na cabeça e entrou em óbito no local do fato.

Marileide foi socorrida às pressas para a Unidade de Emergência de Arapiraca por uma ambulância do município, onde passou por procedimento cirúrgico e recebeu alta médica nesta terça (15).

O idoso também foi localizado e já foi ouvido na manhã de hoje por meio de inquérito policial instaurado na Delegacia do 62º Distrito Policial, em Craíbas.

Segundo informações da Polícia Civil, José Antônio da Silva estava com mandado de prisão em aberto, pela comarca de Major Izidoro, por ter matado a facadas o próprio irmão, há alguns anos, bem como sua irmã também matou a própria mãe por espancamento, também no município de Major Izidoro.

José Antônio estava separado da Marileide Ferreira havia três meses e premeditou o crime, pois chegou à porta da casa do pai dela e simulou uma conversa a fim de atrair a vítima. Ele chegou a lhe pedir um abraço e, quando a mulher se aproximou, o ex-companheiro sacou uma faca peixeira que portava na cintura e desferiu os golpes.

Com a intenção de facilitar a fuga, José Antônio parou a moto a alguns metros de distância da casa do pai da ex-mulher. Ele estaria em posse de todos os documentos pessoais, pois tinha a intenção de fugir logo que concluísse o homicídio.

O senhor José Odilon confessou ter matado o ex-genro com um tiro de espingarda soca tempero e algumas cacetadas com o intuito de defender sua filha, logo após ter presenciado José Antônio em cima de Marileide, esfaqueando-a. Ainda de acordo com o idoso, o genro era um bandido perigoso, envolvido com drogas e crimes na região.
 
José Odilon foi indiciado pelo delegado Thiago Prado por homicídio simples e irá responder em liberdade, tendo em vista que agiu em defesa da filha, agredida em sua presença.
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen