+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Polícia

Publicado Segunda-Feira, 16/04/2018 16:02 | Atualizado Segunda-Feira, 16/04/2018 16:05

Por: Assessoria

Acusado de matar homem após assédio à mulher em festa vai à Júri

 

Foto por: Assessoria

O réu Josivaldo Oliveira dos Santos, acusado de matar um homem em janeiro de 2017, vai a júri popular nesta quarta-feira, às 8h, em Penedo. A decisão de pronúncia é do juiz Antônio Rafael Wanderley Casado da Silva, titular da 4º Vara Criminal da Comarca.

De acordo com os autos, o motivo do crime teria sido o fato da vítima, Edivânio do Rosário, ter ”passado a mão na bunda” da esposa do réu, em uma festa na qual estaria presente também a filha do casal. Josivaldo alega que foi pedir explicações à vítima após o ocorrido, mas Edivânio teria puxado uma faca contra ele, ameaçando-o.

No processo, Josivaldo disse que contou sobre o fato a um homem conhecido como Tico, e este o incentivou a matar a vítima junto com ele e um terceiro rapaz. Diz a acusação que o grupo chegou à casa da vítima armado com facas e armas de fogo, de forma que Edivânio não teve condições de reagir, tendo sido morto na frente da companheira, por disparos efetuados pelo grupo.

Em seu depoimento, o réu confirma que efetuou dois disparos contra a vítima, e logo após disse: “olha aqui, para quem mexe com mulher casada”. Em seguida, jogou a arma do crime em um dique.

A defesa alegou que não existiam elementos para a manutenção da qualificadora de motivo fútil, mas não contestou a segunda qualificadora, de utilização de recurso que dificultou a defesa da vítima. 
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen