+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Política

Publicado Terça-Feira, 13/03/2018 11:32 | Atualizado Terça-Feira, 13/03/2018 11:38

Por: Redação com agências

Prefeito de Pão de Açúcar é condenado a pagar mais de R$ 90 mil em multas eleitorais

Seu marqueteiro, Tadeu Lira, também teve a condenação em primeira instância confirmada pelo TER/AL e terá que desembolsar 40 mil reais.

Foto por: Divulgação

Na sessão da última segunda-feira, 05 o pleno do TRE/AL votou desfavorável a defesa do atual prefeito de Pão de Açúcar, Flávio Almeida, o “Flávinho” – MDB e da empresa TDL do seu marqueteiro, Tadeu Lira. A decisão só foi oficializada na sexta-feira, 09.

As multas foram aplicadas pelo juiz de primeira instância da comarca do município, Edvaldo Landeosi. O magistrado, que também responde pelo eleitoral, entendeu que o atual gestor se utilizou de artifícios ilícitos para assim poder, de alguma forma, manipular o resultado da eleição. Segundo a sentença, o atual gestor divulgou amplamente o resultado de pesquisas fraudulentas para induzir as pessoas a votar em sua legenda.

Flavinho também teve seu mandato cassado e seus direitos políticos suspenso pelo mesmo juiz em uma ação que envolve abuso do poder econômico via Instituto Paulina (IP). O julgamento do recurso desse caso ainda sem data marcada pelo TRE/AL.

No decorrer da eleição, que foi considerada uma das mais tensas e conturbada no município, a legenda encabeçada por Flávio Almeida respondeu diversas vez infrações, a primeira delas já em sua convenção, onde desafiando a justiça eleitoral, promoveu uma carreata pelo centro da cidade.
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen