Arapiraca
+22° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Polícia

Publicado Quinta-Feira, 12/10/2017 15:50 | Atualizado Quinta-Feira, 12/10/2017 15:51

Por: R7

Estuprador dos Jardins foi reconhecido por 14 vítimas

 

Foto por: Reprodução

Chegou a 14 o total de mulheres vítimas de ataques sexuais que compareceram à delegacia e reconheceram Adson Muniz Santos, de 34 anos como autor dos crimes. O suspeito está detido na carceragem do 77° Distrito Policial, na região central da capital, em prisão temporária.

Adson foi preso nesta quarta-feira (11). Segundo a polícia, ele se passava por policial para fazer sequestros relâmpagos e abusar sexualmente de motoristas nos Jardins e na região central da cidade.

O falso policial foi capturado por agentes da 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) em um supermercado da Barra Funda, zona oeste. Ontem, de acordo com a delegada Cristiane Nascimento Guedes Costa, o suspeito foi reconhecido por foto por quatro testemunhas.

A reportagem apurou também que na sexta-feira (6), Adson permaneceu cerca de três horas com a vítima. Na ocasião, ele foi filmado ao abordar a motorista, que deixava o estacionamento de um supermercado na esquina da rua Augusta com a Alameda Lorena. O suspeito encostou o distintivo de delegado federal no vidro da vítima para que ela parasse e abrissem a porta.

Antes, no dia 2, o suspeito teria realizado outro tipo de abordagem. Com um crachá de vereador, ele teria se aproximado de uma vítima, no aeroporto de Congonhas, prometendo, com a sua influência, colocá-la na televisão. A vítima foi levada a um hotel, onde sofreu estupro. Santos é suplente de vereador na cidade de Jussiape, no interior da Bahia.

O suspeito é também alvo de uma ação de indenização por dano material, movida por uma advogada, no valor de R$ 100 mil. À polícia, ele negou os crimes e afirmou que só praticava atos sexuais consentidos.

 
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2017
Agência Lúmen