+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Polícia

Publicado Quinta-Feira, 12/10/2017 08:30 | Atualizado Quinta-Feira, 12/10/2017 09:00

Por: Redação

PC prende em flagrante homem suspeito de estuprar enteada menor, em Craíbas

Homem, que já responde por violência doméstica, também foi preso por ameaça e adulteração veicular; vítima chegou a dormir dentro de matagal para fugir de abusador

Foto por: Divulgação

Policiais Civis de Craíbas prenderam, na tarde de ontem, quarta-feira (12), um homem suspeito de estuprar a enteada, de apenas 16 anos, no sítio Esporão, zona rural de Craíbas. O homem foi identificado como Edivan João da Silva, conhecido como Van do Joãozinho, 51 anos. Além do crime de estupro, Edivan João foi autuado por ameaça e adulteração veicular. Ele já responde por violência doméstica, praticada contra a esposa.

De acordo informações da Polícia Civil, a guarnição estava em rondas pela zona rural de Craíbas, quando foi abordada por conselheiros tutelares que já estavam se dirigindo para a Central de Polícia, para relatar o caso.

Edivan João teria apalpado as partes íntimas, seios e beijado a enteada de apenas 16 anos, enquanto a menina dormia. O crime foi flagrado por uma menina de 12 anos, irmã da vítima. O crime ocorreu durante a madrugada do último domingo para a segunda-feira. Mas foi denunciado para a PC nesta quarta-feira (11).

Após perceber que estava sendo estuprada, a menor de 16 anos teria empurrado o padrasto e enrolado no cobertor, momento em que ele a chamou para sua cama, “porque agora não é a força”, informou a menina.

Segundo relatos, a mãe das crianças não estava em casa no momento do crime, pois tinha ingerido muita bebida alcoólica e dormiu fora. De acordo com as crianças, mãe e padrasto costumam ficar embriagados com frequência.

No dia seguinte a menina relatou o fato para uma irmã mais velha e uma colega de escola, mas não relatou para a mãe, pois a mesma permanecia embriagada. Após o crime, ao saber que a menina tinha relatado o fato, o homem ameaçou de matar e menia, a proibindo de retornar para casa, por isso, a menor teria dormindo escondida dentro de um matagal.

No dia seguinte, com medo, a menina relatou o caso para a direção escolar que acionou o Conselho Tutelar, que foi até a casa da menina e encontrou os 9 filhos da mulher, sendo 8 crianças, vivendo em situação de negligência familiar.

O suspeito foi preso dentro da residência da família, no momento da prisão suspeito e esposa estavam embriagados. No local também foi encontrada uma moto adulterada, com chassi raspado e placa MUD/5651. Edivan João foi encaminhado para a Central de Polícia de Arapirca, onde permanece a disposição da justiça. 
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2017
Agência Lúmen