Arapiraca
+25° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Alagoas 200 anos
Polícia

Publicado Sexta-Feira, 19/05/2017 15:00 | Atualizado Sexta-Feira, 19/05/2017 15:03

Por: Gazeta web

Desabrigados do Vale do Reginaldo fazem protesto e bloqueiam ladeira no Farol

 

Foto por: Cortesia

Dezenas de moradores do Vale do Reginaldo fecharam, na tarde desta sexta-feira (19), os dois sentidos da Avenida Geraldo Melo, em Maceió, ateando fogo em pneus e entulhos em protesto pelo atraso no pagamento de quatro meses do aluguel social ao qual as famílias têm direito. Os manifestantes alegaram que, apesar das diversas tentativas em busca de uma solução, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Infraestrutura, não havia dado nenhuma resposta para as reivindicações até esta sexta-feira. Por meio de nota, após o protesto, a Seinfra informou que a previsão é que os aluguéis sejam pagos até a quarta-feira ( 24).

Segundo Josivaldo Vitor, de 51 anos, um dos líderes da manifestação realizada nesta sexta, as famílias estão sem receber os recursos prometidos pelo Estado e, por isso, correm o risco de serem despejadas. As famílias que hoje protestam moravam em barracos localizados no Vale do Reginaldo e foram retiradas do locais para receber casas de programas do Governo Federal.

"A gente está sendo ameaçado de despejo diariamente pelos donos das residências e esta foi a única solução que encontramos para cobrar. Nenhuma resposta foi dada, mesmo pedindo e buscando junto às autoridades. O que vão fazer para resolver essa situação? Caso nada seja feito, vamos ocupar os apartamentos [do programa Minha Casa, Minha Vida] que estão vazios no Vale do Reginaldo", frisou Josivaldo.

Com o fechamento dos dois sentidos da via, o trânsito na ladeira Geraldo Melo ficou totalmente parado e os agentes da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) precisaram atuar para controlar o fluxo de veículos. Equipes do Gerenciamento de Crise da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros também foram acionadas para negociar o desbloqueio da via e apagar o fogo.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Infraestrutura (Seinfra) informou que está negociando com os líderes comunitários para que a via seja liberada. Disse também que até a próxima quarta-feira (24) o pagamento do aluguel social para as 163 famílias deve ser efetuado.  
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

Últimas Notícias
©Todos os direitos reservados - 2017
Agência Lúmen