+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Lohuama Alves

Lohuama Alves

Uma alagoana cheia de virtudes e vicissitudes, comunicadora raíz, amante das letras. Acredita que jornalismo é mais que vocação, é paixão. Desempenha várias funções no jornalismo desde 2014 e está sempre em busca de novos aprendizados. 

Mulheres se unem para ajudar vítimas de violência; saiba como

 

Reprodução

Desde quando eu era criança, eu já ouvia relatos de mulheres que eram espancadas pelos companheiros. A história de vida da minha avó paterna me indignava e me orgulhava ao mesmo tempo. Uma mulher guerreira, que venceu o preconceito de ser mãe solteira e não se permitiu continuar sofrendo.

Esses dias fui “apresentada” a um grupo de mulheres que realiza atendimento gratuito a vítimas de violência e isso me deixou muito feliz. A organização TamoJuntas, que presta Assessoria Multidisciplinar Para Mulheres em Situação de Violência, chegou em Alagoas para ficar.

A ONG efetua atendimentos jurídicos, psicólogicos, sociais e pedagogicos. Esse é o principal objetivo do coletivo, que surgiu em abril de 2016 dentro do âmbito da campanha #MaisAmorEntreNos, iniciada no Facebook, cuja intenção principal é criar uma corrente de ação autogerida de solidariedade entre mulheres. Além da assessoria jurídica, a organização TamoJuntas visa o fortalecimento das mulheres a partir de conhecimento, com divulgação de conteúdos sobre direitos da mulher através das redes sociais e em eventos. O foco é atender mulheres vítimas de violência de gênero, como casos de assédio sexual ou até briga pelo direito à pensão, por exemplo.

A grande demanda pelos serviços prestados e a gravidade dos casos atendidos demonstrou a necessidade de oferecer uma atenção multidisciplinar. Foi assim que, a partir de um convite
para que novas voluntárias se unissem, psicólogas, assistentes sociais e outras advogadas de todo o Brasil ofereceram serviços voluntários em 23 estados do país.

Em Alagoas, a TamoJuntas conta com o apoio de 14 voluntárias, Advogadas, Assistentes Sociais e Psicólogas, atuando nas cidades de Maceió, Arapiraca Taquarana e Rio Largo.

A rede de acolhimento precisa ser aumentada e o grupo está convidando voluntárias. Para maiores informações: tamojuntas.al@tamojuntas.org.br 
  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

©Todos os direitos reservados - 2018
Agência Lúmen