+° c
Banner Whats App - Já é Notícia
Bruno Euclides

Bruno Euclides

29 anos, oficial da PMAL Bacharel em Segurança Pública Após um ano e meio como presidente do ASA, retomando o curso de direito e a especialização em gestão pública.

Diretas Já!

 

    Insustentável, não há definição melhor para a situação dos atuais mandatários do País. Está clara a total falta de condições dos ocupantes do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional de promoverem as reformas necessárias e tomarem as decisões que recoloquem o país em um rumo de crescimento econômico novamente. Não há respaldo popular, e, principalmente, condições morais para convencerem quem quer que seja de algo, só o fazem utilizando os velhos e conhecidos métodos.

    Os fatos tornados públicos ontem pelo Jornal O Globo, podem e devem significar uma mudança profunda na postura política do País, o Brasil nunca mais será mesmo, e é preciso que, ainda que tardiamente, todos reconheçam a contribuição da operação Lava-Jato e do STF para isso, ainda que com erros e ressalvas, o que é natural.

     Não há mais dúvidas de que o mar de lama soterrou praticamente todos os grandes nomes das principais agremiações políticas nacionais. A lama arrasou também quase todos os argumentos ideológicos e econômicos que permearam o debate nacional nos últimos 30 anos. Os fatos mostram, quase tudo contaminado.

    Menos idolatria, mais participação do povo. O caminho é tomar as rédeas do destino do nosso país. Não vai aparecer um nome salvador, não deve ser essa a nossa busca. A postura de distância e nojo para com a política só favorece a manutenção do quadro infernal atual. Continuo acreditando que nossa classe política é reflexo da sociedade que somos, relapsos, acomodados, e olhando em volta do próprio umbigo. A mudança começa nas nossas vidas, na nossa postura.

    Minha opinião pessoal é que o simples afastamento/cassação/renúncia de Temer não é o suficiente. Defendo uma PEC antecipando as eleições, para todos os cargos de 2018. Antes de discutirmos e efetivarmos possíveis reformas nacionais, nossos representantes precisam reconquistar a credibilidade e a legitimidade popular. O país precisa voltar a funcionar, pra ontem, precisamos ter pressa!

  DEIXE SEU COMENTÁRIO

“Os comentários abaixo não expressam a opinião do Portal Já é Notícia, que não se responsabiliza pela declaração do leitor.”

©Todos os direitos reservados - 2017
Agência Lúmen